Como assim mudou o percurso do El Cruce ? E agora?

No sábado, após o meu último treino antes do Cruce, uma mensagem no Grupo El Cruce Brasil quase me causou um infarto: mudanças de última hora no percurso.

Caramba, como assim? Agora, apenas seis dias da prova? E o meu planejamento? E a minha planilha com cálculos automáticos de pace na qual eu investi milhares de neurônios para preparar? Foi tudo em vão?

Dizem que na hora do susto o autocontrole é tudo. Eu procuro não surtar em momentos de tensão (algumas vezes, consigo). Respirei fundo e cliquei no link da mensagem. Era um aviso do Núcleo Aventura alertando para a mudança, confirmada nesta segunda-feira pela organização. Ela foi definida para facilitar o pouso de helicópteros em caso de necessidade.

A distância total da prova caiu de 108 K para 101,5 K a serem cumpridos da seguinte forma: 25,5 K, 42 K e 34 K. No último dia, um barco fará a nossa travessia pelo lago Frias a partir do km 31. Do outro lado da margem, correremos os 3 K finais até o pórtico de chegada.

Saber se adaptar a esse tipo de mudança – de percurso, de clima – é essencial para um corredor de montanha. No meu primeiro Cruce, um trajeto de 38 K acabou se transformando em 46 K. No ano passado, por problemas climáticos, passamos dois dias no mesmo acampamento e fizemos uma corrida de 18 K em uma montanha próxima, pois era impossível cumprir o trajeto incialmente previsto para aquela etapa.

Nunca jogo água ou comida fora, mesmo que digam que o percurso foi reduzido. Não se faz isso na montanha. Jamais. Também não confio na distância informada. Penso sempre em tempo para não ser pega de surpresa. Todo o equipamento obrigatório indicado pela prova carrego comigo. Aliás, desta vez, eles prometem checar se todos os corredores estão realmente carregando os equipamentos obrigatórios. A penalidade será de dez minutos por dia. Acho justo e importante fazerem isso. Tenho um imenso respeito pela montanha.

Passado o susto, a solução foi ajustar a minha planilha anterior, fechar a mala e respirar fundo. Agora falta pouco. Muito pouco.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Copyright © 2016 Montanha Minha Praia - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio